Você sabe o que é “economia circular?”

Muitas vezes escutamos algumas expressões que ganham força, mas que não sabemos explicar com precisão do que se trata. Então, se você já tiver escutado várias vezes assuntos sobre “economia circular”, mas não tiver domínio total do que se trata, não se preocupe! Vamos te explicar em seguida!

A primeira definição básica que você encontra no manifesto da fornecedora de matéria-prima da Pisani, a Braskem, é que na “Economia Circular nada se desperdiça, tudo se transforma”.  

O modelo econômico ‘extrair, transformar, descartar’ da atualidade está atingindo seus limites físicos. A economia circular é uma alternativa atraente que busca redefinir a noção de crescimento, com foco em benefícios para toda a sociedade. Isto envolve dissociar a atividade econômica do consumo de recursos finitos, e eliminar resíduos do sistema por princípio. Apoiada por uma transição para fontes de energia renovável, o modelo circular constrói capital econômico, natural e social.

Fundação Ellen MacArthur

Fomos buscar a citação acima na Ellen MacArthur Foundation, estabelecida em 2010 com a missão de acelerar a transição rumo a uma economia circular. Desde a sua criação, a Fundação se tornou uma das líderes globais de pensamento, inserindo a economia circular na agenda de tomadores de decisão em empresas, governos e na academia.

Para saber mais acesse: https://www.ellenmacarthurfoundation.org/pt/economia-circular-1/conceito

A economia circular se baseia em três princípios:

· Eliminar resíduos e poluição por princípio

· Manter produtos e materiais em ciclos de uso

· Regenerar sistemas naturais

 

Nada se perde tudo se transforma…

Ser sustentável é aplicar todas as soluções para não prejudicar o meio ambiente. Nós, da Pisani, trabalhamos apenas com embalagens plásticas retornáveis, ou seja, quando as embalagens saem de uso – depois de um longo ciclo de vida -, elas retornam para a fábrica, onde são recicladas e se transformam em novos produtos.

As inovações em plásticos são essenciais para permitir que a sociedade eleve os padrões de qualidade de vida e melhore a sustentabilidade por meio de produtos que evitem o desperdício e aumentem a eficiência. É por isso que é amplamente reconhecido que os plásticos têm um papel crucial a desempenhar na entrega de um futuro mais sustentável. Por meio de sua combinação exclusiva de leveza, baixo custo e durabilidade, os plásticos já contribuem para a redução de emissões de gases de efeito estufa e o uso mais eficiente de recursos naturais, como energia e água. O plástico também assegura a produtividade agrícola, a segurança alimentar e a higiene hospitalar. É utilizado em diversos setores para aplicações cotidianas.

Como resultado de sua versatilidade e capacidade de inovação, os materiais plásticos também são mais adequados para apoiar as tecnologias sustentáveis inovadoras.

Junto às indústrias como a Pisani Soluções em Plástico, a Braskem está comprometida em apoiar o crescimento da reciclagem em todos os lugares em que opera, a partir de ações que desenvolvam a economia circular, ou seja, como projetamos, fabricamos, utilizamos, reciclamos, recuperamos ou reutilizamos os plásticos.

No site da Braskem você também encontra esta reflexão importante sobre as inovações em plástico. https://www.braskem.com.br/economiacircular

A ideia da Economia Circular vai além do conceito dos três “R”s – reduzir, reutilizar e reciclar, isso porque ela reúne, pelo menos na teoria, o modelo sustentável com o ritmo tecnológico e comercial do mundo atual.

 

Economia Circular: conceitos e estratégias para fazer negócios de forma mais inteligente, sustentável e lucrativa

 

Catherine Weetman (autoria), Afonso Celso da Cunha Serra (tradução).

Em 2030, estima-se que a população mundial terá alcançado o patamar de 9 bilhões. Isso significa que serão quase 3 bilhões a mais de pessoas consumindo uma variedade de produtos e serviços. Para lidar com a eminente exaustão de vários recursos naturais, aliada aos problemas decorrentes do excesso de resíduos gerados por um consumo dessa magnitude, impõe-se um novo paradigma de negócios: a economia circular.

Em Economia Circular: conceitos e estratégias para fazer negócios de forma mais inteligente, sustentável e lucrativa, Catherine Weetman estabelece as bases deste conceito que vem ganhando força em todo o mundo. A autora oferece uma perspectiva estratégica para que empresas e organizações se ajustem a fim de enfrentar essa nova realidade.

Indo muito além do conceito tradicional de sustentabilidade, passando por temas como economia compartilhada e outras questões pertinentes, Economia Circular é um verdadeiro mapa de oportunidades para as próximas décadas. Este é o primeiro livro em língua portuguesa com a devida extensão e profundidade que um tema dessa relevância merece.

A economia circular é a nova arena na qual os mais diversos tipos de negócios estarão inseridos num futuro próximo. Portanto, esta é uma leitura indispensável para todos os profissionais e estudiosos do universo corporativo.

Páginas: 512 • Formato: 16 x 23 cm • Acabamento: Capa Dura • Título original: A Circular Economy Handbook for Business and Supply Chains • ISBN: 9788551305140 • Código: 13802 • Autêntica Business • Edição: 1 • Mês/Ano de publicação: 05/2019

 

 

Deixe um comentário

Compartilhe este post

Share on linkedin
LinkedIn

Posts recentes