Blog Pisani

27/08/2019

Pisani conquista “Prêmio Exportação RS”

A Pisani Plásticos S/A figura entre as vencedoras da 47ª edição da respeitada premiação “Prêmio Exportação RS”, na categoria Destaque Setorial - Plástico e Produtos de Borracha. A Pisani passa a integrar um seleto grupo de players distintos que superaram os desafios do comércio exterior para colocar os produtos e serviços brasileiros no mercado internacional.

 

Anualmente a Pisani exporta cerca de 600 mil unidades de produtos dos segmentos em que atua -  avícola, bebidas, industrial, hortifrúti, móveis e suinocultura. O departamento de exportação da Pisani realiza negócios internacionais com Uruguai, Argentina, Bolívia, Chile, Cuba, Colômbia, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Tailândia. “Com três unidades fabris, a Pisani sempre buscou internacionalizar o seu negócio. Conquistamos novos mercados que reconhecem a qualidade dos produtos da Pisani como importantes ativos das suas empresas”, comenta Vasco Bosi, Diretor Comercial da Pisani.

 

O “Prêmio Exportação RS” identifica e destaca, anualmente, empresas com atividades exportadoras de produtos e serviços, fabricados e/ou comercializados no Rio Grande do Sul, que obtiveram o melhor desempenho, quantitativo ou qualitativo, no segmento exportador no ano anterior à premiação (2018). A partir da análise desses dados fornecidos pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), elenca-se os vencedores.

 

O Conselho do “Prêmio Exportação RS”, que realiza essa iniciativa, é formado por 17 das mais importantes instituições que contribuem para o cenário exportador do Rio Grande do Sul, um quadro formado por agentes públicos, privados e organizações da sociedade civil. “Registramos aqui nosso reconhecimento ao êxito da sua empresa”, diz Juliana Torres, do Comitê Executivo desta 47ª edição do Prêmio Exportação RS.

 

Saiba mais sobre a categoria na qual a Pisani Plásticos S/A é vencedora:

 

Destaque Setorial: premiação para empresas que se destacam como exportadoras no seu setor de atividade, incluindo os clusters mais significativos presentes no território gaúcho, adotando soluções criativas e inovadoras e constituindo-se em efeito-demonstração e referência para outras empresas, bem como acarretando efeitos benéficos para a microrregião onde estão instaladas.